A incrível história de Franjo no início das aparições em Medjugorje

franjo1No programa “chá com Rosie – episódio 113” (que pode ser assistido nos arquivos de www.marytv.tv) Franjo Zobac compartilha um incrível momento no começo das aparições em Medjugorje. É o momento em que Nossa Senhora realmente mostrou a Sua presença para as pessoas do vilarejo e até mesmo para a polícia que estava tentando parar o fenômeno. Foi como se Ela estivesse dizendo: “Eu estou aqui!”.

Franjo começa assim o seu testemunho do início das aparições:

“Olá a todos ! Eu gostaria de compartilhar a minha experiência 33 anos atrás. Aconteceu no dia 2 de fevereiro de 1982. Antes de eu começar o meu testemunho, eu gostaria de dizer a vocês sobre as circunstâncias na vila naquele tempo. Como vocês sabem, as aparições começaram aqui em 24 de junho de 1981 e naquele tempo muitas pessoas começaram a chegar. E a partir de então o pároco começou a acreditar naquilo que estava acontecendo, e ele tornou-se uma testemunha, e então, como vocês sabem, o forte regime comunista naquele tempo não gostava daquilo que estava acontecendo aqui. Então eles decidiram parar com isto – tentar extinguir tudo o que estava acontecendo aqui. Foi por isto que o padre Jozo (pároco de Medjugorje na época) acabou sendo preso por um ano e meio e muitoas das pessoas aqui foram punidas. Naquele tempo, dois garotos foram presos por três meses, somente porque disseram que tinham visto Nossa Senhora.

Agora direi a vocês o que aconteceu comigo em 2 de fevereiro de 1982. Minha familia tinha decidido ir até Medjugorje toda a tarde para participar da Santa Missa. Naquela tarde, o meu pai me disse: “Vamos”. Uma de minhas vizinhas estava comigo, na nossa casa, e ela decidiu vir com meu pai e comigo no carro. Nós vivemos a cinco quilômetros de Medjugorje, em Gradnici, que tinha como paróquia Medjugorje. Indo na direção de Medjugorje e entrando na estrada a cerca de 1 quilômetro de Medjugorje, eu vi algo incomum.

“Estava escuro, e uma estrela começou a brilhar. A estrela estava no centro da cruz da montanha da cruz (Krizevac) A estrela começou a brilhar e a iluminar a cruz. Eu notei isto, meu pai e minha vizinha notaram também. Nós descemos do carro, e notamos que tinham quatro carros que já estavam parados na nossa frente, e o primeiro era um carro da polícia. Eles tinham parado no meio da estrada e estavam observando isto.

A estrela brilhava ali e então ela começou a se mover em direção da colina das aparições. O tamanho da estrela era entre o tamanho da lua e a de uma estrela comum. Era maior do que uma estrela normal. E a estrela começou a se mover em direção da colina das aparições. A estrela passava por sobre os campos, mas no céu, estava se movendo. Isto realmente me impressionou. Naquele tempo eu era um estudante universitário e tinha conhecimento técnico. Foi fácil para mim compreender que não se tratava de um foguete ou algo feito pelo homem. Era algo sobrenatural, movendo-se para cima e para baixo, como dançando e indo na direção da colina das aparições.

Quando ela chegou na colina das aparições, ela subia e descia brilhando. Então um fogo apareceu no local da aparição, um pouco acima do solo. o fogo tinha o tamanho de um grande arbusto, mas não era um arbusto queimando. Era um fogo largo e como fogo, oscilava um pouco sobre o chão. Então, em um minuto, aquele fogo transformou-se em três fogos do mesmo tamanho. Então os três fogos estavam lá e todos estavam oscilando da mesma maneira. Então os três fogos transformavam-se em um e depois novamente em três. Era incrível !

Então nós notamos que os carros em frente de nós foram embora. Nós também fomos e chegamos na igreja, Naquele tempo não existia pavimentação em frente da igreja e então nós estacionamos em frente da igreja. Meu pai estava tão impressionado e saiu do carro e notou um padre do lado esquerdo da igreja (onde hoje existem os confessionários). Ele tinha uma câmera e estava tentando tirar uma foto da colina das aparições. Meu pai me disse: “Vou perguntar ao padre se ele viu o fogo em cima da colina das aparições”. Eu tentei falar para o meu pai “Por favor não faça isto, porque nós podemos ir para a prisão. Existem policiais em torno de toda a igreja e em todo lugar na cidade. Por favor não faça isto”. Mas ninguém podia parar o meu pai.

O padre que estava fora da igreja era o frei Darinko, que sucedeu o padre Jozo (que estava preso). Este sacerdote viu alguma coisa e ele queria filmá-la. Mas o meu pai estava correndo e gritando: “padre, padre, o senhor viu a estrela e o fogo sobre a colina ?” O padre virou-se e gritou “Vá para dentro da igreja e reze!” Meu pai ficou chocado com a reação do padre. E disse ao meu pai: “O senhor viu, o senhor não pode dizer nada”. Então eu compreendi o porque de frei Darinko gritou para o meu pai. Ele o tinha salvado dos espiões. Se o padre tivesse dito: “Eu vi também” ambos teriam ido para a prisão. Ao empurrá-lo para a igreja, ambos estavam a salvo dentro da igreja.

Durante o tempo em que eu observei a estrela, eu permaneci vendo os três fogos virando um só e depois virando três novamente e eu senti medo. Eu compreendi que eu tinha de mudar a minha vida. Eu tinha que ser mais amigo de Deus. Agora eu leio a Bíblia todos os dias, e eu compreendi que o fogo representa  a presença de Deus. E tornou-se claro para mim que os três fogos representavam a Trindade, os Três em Um. Neste local onde o fogo permaneceu, ele foi consagrado.

Naquele tempo, ninguém podia subir as montanhas, porque a polícia tinha permanecido aos pés da colina das aparições e o monte Krizevac. Ninguém podia subir as montanhas. Desde então, tudo mudou, Milhões de pessoas subiram a colina das aparições rezando o Rosário. Milhões de Rosários foram rezados ali. Muitas pessoas rezaram e mudaram as suas vidas e tiveram grandes experiências na colina das aparições e este é o local onde Nossa Senhora disse que Deus colocará um sinal permanente revelando o terceiro segredo”.

Traduzido do inglês por Gabriel Paulino – editor do Portal Medjugorje Brasil – www.medjugorjebrasil.com.br

Matéria original: http://www.spiritofmedjugorje.org/issues/June2015pdf.pdf

 

Share this post?

Paulo Henrique